Discordância entre resultados de PTH em imunoensaios automatizados

INTRODUÇÃO

O paratormônio (PTH) é um polipeptídeo de cadeia simples que contém 84 aminoácidos e exerce influência significante na manutenção dos níveis plasmáticos ideais de cálcio ionizado (iCA). O PTH eleva as concentrações de iCA atavés de ação direta nos ossos e rins.

Existem vários métodos para determinação dos níveis sangüíneos de PTH, entre eles a Quimioluminescência e a Eletroquimioluminescência. Relatos na literatura alertam para problemas de concordância entre resultados de PTH obtidos por diferentes métodos de análise.

No presente estudo, comparamos resultados de PTH intacto fornecidos por 3 diferentes equipamentos: Roche Elecsys®, DPC Immulite® e DPC Immulite 2000®. Os ensaios para PTH no equipamento Elecsys são realizados por Eletroquimiolumniescência, enquanto nos analisadores DPC são realizados por Quimiolumniescência.

OBJETIVO

Comparar analiticamente os ensaios para PTH, molécula intacta, nos sistemas DPC IMMULITE (IMMU1), DPC IMMULITE 2000 (IMMU2) e Roche ELECSYS (ELEC).

CASUÍSTICA E MÉTODOS

Estudo de comparação foi realizado, conforme protocolo EP9 do CLSI, com 48 amostras séricas, selecionadas na rotina do Laboratório Weinmann e processadas para PTH, em batelada única, nos 3 sistemas automatizados comparados. A partir das equações de regressão (Deming) obtidas, erros sistemáticos (ES) foram calculados através de BIAS fracionados e comparados com especificação de 25% para Erro Total. Os dados estatísticos foram processados utilizando software EP Evaluator 7®.

RESULTADOS




DISCUSSÃO E CONCLUSÕES


Os coeficientes de correlação das comparações variaram entre 0,9713 (IMMU2;ELEC) e 0,9927 (IMMU1;IMMU2). Os ES variaram entre 6,9% (IMMU2;ELEC) e 39,2% (IMMU1;IMMU2).

Analisando os ES obtidos frente à especificação de erro total para PTH, podemos concluir que os sistemas IMMU2 e ELEC fornecem resultados mais concordantes entre si. O equipamento IMMU1 forneceu resultados de PTH discordantes (qualitativamente e quantitativamente) com os outros 2 sistemas estudados e mostra tendência à resultados mais elevados do que nos demais equipamentos. Adicionalmente, o ES encontrado entre o sistema IMMU1 e os demais é superior à especificação de erro total máxima utilizada nestes estudo (25%). Quando utilizado um gráfico de índice de erro por instrumento, onde o valor alvo para cada amostra é a média entre os resultados dos 3 equipamentos, frente à especificação para o ensaio de PTH, o instrumento que demostrou o melhor desempenho foi o ELEC, com ausência de resultados fora da especificação de performance avaliada.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

WESTGARD, J.O. Basic Method Validation. Westgard Quality Corporation, 1999.

BERLITZ F.; LIMA, L.; POSER, B.;
Weinmann Laboratório - Porto Alegre,RS
fberlitz@weinmann.com.br